DECOMPOSIÇÃO DO CRESCIMENTO ECONÔMICO CEARENSE: ANÁLISE SETORIAL E DE FATORES

Christiano Modesto Penna, Jair do Amaral Filho, Felipe Sousa Bastos, Bruna Lira Moreira

Resumo


O PIB por trabalhador da economia cearense cresceu a uma média anual de 0,68% de 1987 a 2015. O presente artigo conduz uma análise de contabilidade do crescimento e uma análise de mudança estrutural visando decompor essa taxa de crescimento. Os resultados apontam que a PTF do Ceará estagnou no longo prazo: metade do crescimento gerado pelo crescimento da PTF (0,27%) e pela contribuição do capital humano (1,09%) foi rechaçado pela contribuição negativa do estoque de capital por trabalhador. Do ponto de vista setorial, a metodologia "shift-share analysis" sugere que 80% do crescimento foi movido pelo crescimento da produtividade setorial. Os efeitos da mudança estrutural foram responsáveis pelos 20% do crescimento restante.


Palavras-chave


Crescimento Econômico; Produtividade Total dos Fatores; Ceará

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter