AGRICULTURA FAMILIAR NA PARAÍBA: PERFIL COM BASE NO CENSO AGROPECUÁRIO DE 2017

Ivan Targino, Emília de Rodat Fernandes Moreira

Resumo


O artigo tem como objetivo principal traçar o perfil atual da agricultura familiar na Paraíba. Para elaborar o perfil, foram utilizados os dados do Censo Agropecuário de 2017 com base nas seguintes variáveis: características do produtor e dos estabelecimentos, organização da produção vegetal e animal, contingente e composição da força de trabalho, movimentação financeira dos estabelecimentos e padrão tecnológico. São objetivos específicos do artigo uma discussão sumária sobre o processo de formação e consolidação da agricultura familiar ao longo do tempo, bem como traçar as perspectivas atuais desse segmento produtivo. O estudo mostra que apesar do monopólio da terra ter sido um dos traços fundantes do espaço agrário estadual, a produção familiar se fez presente na sua constituição desde o início da colonização, como elemento de suporte e complementar ao projeto de colonização. Os dados atuais mostram que a agricultura familiar ainda permanece importante, particularmente na produção de alimentos e na absorção da mão de obra ocupada no setor agropecuário paraibano. Quanto às políticas públicas, a análise efetuada sinaliza para o arrefecimento, senão extinção, de um conjunto de políticas que visavam o fortalecimento da agricultura familiar.

 


Palavras-chave


Palavras-chave: Agricultura Familiar; Economia Regional; Paraíba.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter