Comportamento cíclico do crime e os efeitos das condições macroeconômicas

Renata Lemos Lima, Carlos Eduardo Gomes

Resumo


Este trabalho examina o comportamento de taxas de crimes e o efeito da condições macroeconômicas nos índices de criminalidade no Rio Grande do Sul no período entre 2010 e 2017. Usando modelos de componentes não observados, as análises univariadas sugerem que as séries de crimes observadas possuem ciclos estocásticos, em que os ciclos de curto prazo possuem duração que variam entre 3 a 8 anos e os de médio prazo  variam entre 6 e 16 anos. Com relação aos efeitos das variáveis econômicas, os resultados sugerem que a situação macroeconômica influencia especialmente nos crimes contra o patrimônio, devido ao aumento da oportunidade criminal e à redução das oportunidades no mercado de trabalho legal.

 


Palavras-chave


Crimes no Rio Grande do Sul; Modelos de componentes não observados; Análise univariada.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter