Uma aplicação da teoria da base exportadora ao caso nordestino

Andréia do Egito Lins, Joao Policarpo Rodrigues Lima, Maria Fernanda Gatto

Resumo


Este trabalho tem como referência espacial a região Nordeste do Brasil e como referência temporal os anos de 2000, 2003 e 2006. Seu objeto é fazer uma avaliação sobre as relações entre atividades produtivas voltadas para as exportações extrarregionais e as atividades endógenas que visam ao mercado interno da região. O seu conteúdo envolve um levantamento do contexto exportador recente da economia nordestina e a aplicação de instrumentos de análise regional visando testar o impacto dos setores de exportação nesta economia. A partir da evolução recente dos valores encontrados para o multiplicador de emprego (1,5679 para 2000, 1,5828 para 2003 e 1,5858 para 2006), verifica que os impactos dos setores exportadores na região Nordeste têm alcançado resultados satisfatórios, indicando uma tendência de diversificação na estrutura das atividades produtivas e uma maior integração desta para com os mercados interno e externo, o que resulta em uma influência positiva das exportações extrarregião na criação de empregos no Nordeste brasileiro.


Palavras-chave


Teoria da Base Exportadora. Economia Regional. Economia Nordestina.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter