Novas tendências do desenvolvimento econômico do Nordeste

Fernando Augusto Mansor de Mattos, Enrico Moreira Martignoni

Resumo


Este estudo compara o desempenho da região Nordeste com o conjunto da economia nacional em algumas atividades econômicas selecionadas, buscando analisar características da crescente formalização do mercado de seu trabalho. A principal fonte de dados utilizada neste estudo provém de informações das Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios (PNADs), cujos microdados foram organizados e manipulados para fornecer as informações para os cruzamentos de dados pretendidos. Também informações de pesquisas industriais do IBGE foram utilizadas. Basicamente, a metodologia de análise consistiu em comparar a evolução de alguns indicadores de produto e emprego da Região Nordeste com a média brasileira. A seguir, foram avaliadas as principais mudanças na estrutura de renda e de ocupação da região Nordeste para o período que se encerra em 2008. Conclui que estão postas as condições para que se instale um desenvolvimento econômico sustentado na região. Alerta, porém, para a necessidade de manutenção do ritmo de crescimento da economia nacional e que o Estado brasileiro continue atuando com uma preocupação regional. Adverte, também, sobre as incertezas quanto à manutenção do ritmo de crescimento interno, ante a instabilidade internacional e o risco de desindustrialização. Ainda assim, admite a possibilidade de uma melhoria da distribuição regional de renda no Brasil.


Palavras-chave


Distribuição Regional da Renda. Nordeste Brasileiro. Formalização do Emprego.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter