Uma análise dos processos recentes de desconcentração regional nas indústrias têxtil e de calçados e a importância dos sistemas locais de produção

Renato Garcia

Resumo


Constata que as tendências de localização das empresas das cadeias têxtil-vestuário e couro calçados no período recente indicam a importância dos movimentos de desconcentração regional nessas indústrias, já que diversas empresas transferiram parte de sua capacidade produtiva para a região Nordeste do Brasil. Esse movimento foi motivado pela busca de melhores condições de custos, especialmente do trabalho, para fazer frente aos novos desafios da concorrência, e teve como consequência principal o aumento da importância das novas regiões produtoras e a redução do peso relativo das regiões tradicionais onde se localizam os mais importantes sistemas locais de produção. Conclui que esse movimento não significou o enfraquecimento dos sistemas locais, já que muitas empresas mantiveram nas regiões de origem atividades importantes, como o desenvolvimento de produto e design, marketing e gestão da cadeia de suprimentos. Além disso, para as pequenas empresas, as fortes economias de especialização verificadas nos sistemas locais têm papel fundamental para a sua competitividade, já que elas podem apropriar-se de um conjunto de benefícios associados à existência das externalidades positivas localizadas.

Palavras-chave


Desconcentração Regional. Indústria Têxtil. Indústria de Calçados. Sistemas Locais de Produção.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter