Agroamigo: uma análise de sua importância no desempenho do Pronaf B

Guilherme Baptista da Silva Maia, Arthur de Rezende Pinto

Resumo


Com o intuito de garantir o acesso ao crédito de agricultores familiares o Governo Federal criou, em 1996, o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), estruturando-o em diversos segmentos. O Pronaf B visa atender aos agricultores socialmente vulneráveis e, justamente por isso, é a linha que apresenta os maiores desafios de sustentabilidade. Há cerca de dez anos o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) criou uma nova metodologia, o Agroamigo, que buscou superar estas dificuldades. O objetivo deste artigo é, partindo de um resgate das dificuldades de operacionalização do Pronaf que levaram à construção da nova metodologia, verificar a eficácia do Agroamigo no desempenho do microcrédito produtivo orientado rural (Pronaf B). Foram encontrados indícios de que a metodologia potencializou o desempenho do Programa.

Palavras-chave


Agricultura Familiar; Crédito Rural; Inclusão Social; Desenvolvimento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter