Eficiência técnica da fruticultura irrigada no Ceará

Eliane Pinheiro de Sousa, Wellington Ribeiro Justo, Antônio Carvalho Campos

Resumo


Mensura os escores de eficiência técnica dos fruticultores cearenses e identifica os efeitos das variáveis socioeconômicas sobre os níveis de eficiência, permitindo captar os efeitos desses determinantes ao longo de pontos distintos da distribuição condicional da eficiência técnica. Para atender esses objetivos, empregaram-se os modelos de análise envoltória dos dados (DEA) e de regressão quantílica. Os dados foram provenientes de fontes primárias, colhidas em 2009 diretamente com os produtores de frutas localizados nas seis regiões cearenses de fruticultura irrigada. Os resultados obtidos, a partir do modelo DEA, indicam que os fruticultores podem reduzir, em média, os custos com insumos em 53% e 35%, respectivamente, nos modelos com retornos constantes e variáveis, sem comprometer a produção. Ademais, por meio do modelo de regressões quantílicas, pode-se inferir que os menores níveis de eficiência podem ser explicados pela prática em atividades cooperativas e pelo índice de inovação tecnológico, enquanto os maiores níveis de eficiência podem ser explicados pela assistência técnica e pela escolaridade. As variáveis dummies que captam os efeitos regionais também exerceram influência nos dois quantis analisados.


Palavras-chave


Eficiência técnica. Fruticultura irrigada. Regressão quantílica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter