Análise da distribuição territorial da sojicultura no Brasil: 1991-2003

Murilo Corrêa de Souza, Fernando Salgueiro Perobelli

Resumo


Tem por objetivo central analisar a distribuição espacial da soja para as 558 microrregiões brasileiras no período 1991-2003. Podem-se apontar como objetivos secundários: a) analisar a evolução temporal da dinâmica espacial; b) identificar a formação de cluster; c) classificar a base produtiva das microrregiões; d) verificar a incidência de convergência do Quociente Locacional da soja, ou seja, testar se a produção de soja está ficando distribuída de forma mais homogênea no país. Para atingir o objetivo delineado neste trabalho, será implementada: a) uma Análise Exploratória de Dados Espaciais, que serve para identificar a formação de clusters e a evolução temporal da dinâmica espacial; b) uma análise de convergência, que visa a inferir se as microrregiões de menor produção de soja estão tendo sua produção elevada de forma mais acelerada que as produtoras de grande escala ou vice-versa. O trabalho permite verificar que: a) a produção de soja não é distribuída de forma homogênea por todo o território nacional; b) há certo espraiamento da cultura no período recente (cluster da região Nordeste); c) a taxa de convergência nacional é menor que as taxas de convergências regionais; d) a região que apresenta maior taxa de convergência é o cluster formado pelas unidades da Federação produtoras localizadas nas regiões Norte e Nordeste.

Palavras-chave


Desenvolvimento Territorial; Análise Espacial; Convergência; Economia Agrícola; Complexo da Soja.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter