Liberalização da conta de capital e fluxos de curto prazo para o Brasil

Michele Polline Veríssimo, Marcio Holland

Resumo


O presente trabalho investiga a dinâmica da liberalização da conta de capital e seus efeitos sobre os fluxos de capitais de curto prazo no Brasil, especialmente nos anos 1990, considerando os diversos segmentos daquele mercado – mercados monetário, de derivativos e acionário –, por meio de um estudo comparativo dos fluxos financeiros perante a paridade descoberta da taxa de juros, o risco-país e a legislação para fluxos de capitais de portfólio. Em termos gerais, os resultados obtidos indicam uma maior importância da paridade descoberta da taxa de juros e do risco-país na determinação dos movimentos dos fluxos de portfólio, sendo que se verifica a pouca relevância da utilização de legislações mais liberalizantes para a atração dos fluxos de portfólio no período de análise.

Palavras-chave


Liberalização da Conta Capital; Fluxos de Portfólio; Vetores Auto-regressivos; Causalidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter