Arranjos produtivos locais perante os desafios da globalização: uma incursão na problemática

Hoyêdo Nunes Lins

Resumo


Explora a situação das aglomerações industriais em face das mudanças econômicas amplas, com base em investigação sobre uma área de produção de artigos de vestuário centrada em Criciúma, na região sul de Santa Catarina, envolvendo principalmente entrevistas em 16 empresas e em instituições da região. O contexto macroeconômico refere-se à abertura comercial do Brasil nos anos 1990, tributária de grande aumento nas importações, em larga medida na forma de artigos de vestuário fabricados a custos muito baixos de mão-de-obra. A pretensão é examinar o modo como a estrutura local foi afetada pelas novas condições de concorrência e como reagiu a estas, à luz do debate sobre os arranjos locais de produção industrial, ou clusters industriais. Ao final, esboçam-se algumas idéias sobre a promoção do ambiente socioprodutivo das firmas. Acredita-se que o conteúdo dessas idéias, impregnadas dos sentidos de ação coletiva e de cooperação, pode ser válido para outras realidades em situação mais ou menos semelhante.

Palavras-chave


Aglomerações industriais; Abertura comercial; Ação coletiva; Sul-catarinense vestuarista.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter