ANÁLISE DOS TRANSBORDAMENTOS NAS EMISSÕES DE DIÓXIDO DE CARBONO: BRASIL, RÚSSIA, ÍNDIA E CHINA - BRIC

Irene Domenes Zapparoli, Adriano Martins de Souza, Umberto Antonio Sesso Filho, Paulo Rogério Alves Brene, Márcia Regina Gabardo da Câmara

Resumo


O objetivo é estimar a poluição dos países signatários do BRIC, no ano de 2009, calculando quanto é gerado, direta e indiretamente de emissões de CO2, para cada unidade monetária produzida para a demanda final, por setores da economia. A matriz insumo-produto, usando a base de dados do World Input-Output Database (WIOD), permite calcular os transbordamentos ocorridos nas emissões de CO2. Os resultados mostraram que, no caso do Brasil, as atividades que envolvem os setores de transporte foram as que apresentaram a maior participação nas emissões, sendo estes os setores mais poluentes. No caso dos outros três países analisados, China, Índia e Rússia, o setor de Eletricidade, Gás e Água foi classificado como o setor mais poluente, pois apresentou a maior participação nas emissões no período analisado. Outros resultados importantes indicam que grande parte das emissões do Brasil provenientes do aumento da sua produção, é transbordada para outros países, sendo este um indicativo da dependência brasileira de insumos importados.

Palavras-chave


Transbordamentos. BRIC. Emissão de CO2

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter