Pass-through cambial para os preços de importação: uma análise para as principais commodities agrícolas importadas pela região Nordeste

Hérica Gabriela Rodrigues de Araújo, Roberta Moraes Rocha, Cássio da Nóbrega Besarria

Resumo


Esta pesquisa representa uma adaptação da discussão do processo de mensuração do grau de pass-through para os principais produtos agrícolas importados da região Nordeste, no período de 2000 a 2012. Primeiramente, tem-se como objetivo verificar o grau de repasse cambial, isto é, nulo, completo ou incompleto para os preços dos principais produtos importados, bem como examinar o comportamento dos preços internos frente a choques cambiais. A fim de se chegar a estes objetivos propostos, foi utilizado o modelo de correção de erro, de forma que entre os resultados obtidos se destaca que as commodities agrícolas mais importadas pela região Nordeste foram trigo, amêndoa de cacau, malte não torrado, arroz semibranqueado e castanha, representando, respectivamente 62%, 20%, 14%, 2% e 1% na balança comercial. O coeficiente do pass-through para os preços de importação do trigo, cacau e castanha assumem valores no intervalo, -1<δ<0, indicando que os efeitos dos choques cambiais não são repassados integralmente para os preços de importação desses produtos. Em relação àdepreciação real da taxa de câmbio, percebe-se que esta afetou positivamente os preços de importação de todas as commodities analisadas de forma persistente, com exceção dos preços da castanha, onde houve redução.

Palavras-chave


Pass-through; Commodities agrícolas; Preços internos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter