COMPETITIVIDADE DOS PRODUTORES DE SISAL DA BAHIA

Eliane Pinheiro de Sousa, Naisy Silva Soares, Adrielle Victoria Soares Alves, Márcio Lopes da Silva

Resumo


Este estudo se propõe identificar os fatores da competitividade dos produtores baianos de sisal e mensurar um índice de competitividade desses agricultores que fazem parte do Arranjo Produtivo Local do sisal, na Bahia. A pesquisa foi desenvolvida para compreender o porquê, de uma região com grande potencial produtivo, ser considerada uma das mais pobres do Brasil. Para responder aos objetivos propostos, empregou-se a análise fatorial pelo método dos componentes principais. Os resultados apontaram que os principais fatores determinantes da competitividade dos produtores baianos de sisal foram tradicional e inovativo e de aprendizagem. Quanto ao índice de competitividade dos produtores de sisal (ICPS), verificou-se que, dos 44 entrevistados, 82% obtiveram ICPS baixo e nenhum deles registrou alta competitividade na produção sisaleira.


Palavras-chave


índice de competitividade, análise fatorial, Arranjo Produtivo Local

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter