Viabilidade financeira da produção de milho (Zea mays l.) sob o manejo integrado de pragas na Chapada do Apodi, em Limoeiro do Norte/CE

Maria Luiza Lima Ferreira Peixoto, Rogério César Pereira de Araújo, Elton Lucio de Araujo, Kilmer Coelho Campos

Resumo


A cultura do milho (Zea mays L.), durante sua fase de crescimento e desenvolvimento, é submetida a diversas práticas de manejo com o objetivo de evitar perdas de produtividade causadas por pragas, doenças e plantas daninhas. Com o objetivo de identificar alternativas viáveis de manejo para a cultura do milho híbrido AG-1051, o presente trabalho apresenta uma análise financeira comparativa da produção do milho com a utilização do Manejo Integrado de Pragas (MIP) e das práticas convencionais usadas na Chapada do Apodi, no município de Limoeiro do Norte, Ceará. Realizou-se um experimento de campo a fim de coletar os dados de custos de implantação, tratos culturais, produção, preço de venda praticado no mercado do milho, e a produtividade dos dois sistemas de produção. A análise financeira consistiu na construção e comparação dos fluxos de caixa para esses dois sistemas de manejo de pragas. Com base nos indicadores de viabilidade financeira (B/C, VPL, TIR e TIRM), o milho produzido com o MIP apresentou melhor desempenho do que o sistema convencional.

Palavras-chave


Milho híbrido; Manejo integrado de pragas; Viabilidade financeira.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter