UMA ANÁLISE EXPLORATÓRIA PARA A IDENTIFICAÇÃO DE CLUSTERS DE PROPENSÃO À CRIMINALIDADE NO ESTADO DA BAHIA PARA O ANO DE 2010

Édivo de Almeida Oliveira, Fernanda Oliveira Caires, Sibele Vasconcelos de Oliveira

Resumo


Sob uma perspectiva da análise econômica, o presente estudo tem por objetivo investigar se existem clusters formados por municípios baianos acerca da apresentação de propensão à criminalidade. Para tanto, foram avaliadas variáveis associadas à dimensão socioeconômica, educacional e do nível de segurança, levantadas pela literatura como potenciais causadores ou propiciadores dos atos criminosos. Aplicou-se o método fuzzy, bem como instrumentos associados à econometria espacial, a saber, Índice Global de Moran e o mapa de dispersão de Moran, com o intuito de captar os efeitos espaciais relacionados à propensão à criminalidade nos âmbitos dos municípios na Bahia para o ano de 2010. Os resultados encontrados sugerem que a maioria dos municípios apresentou média vulnerabilidade social, baixa herança educacional/institucional e média propensão à criminalidade. Além disso, a maior parte dos municípios não apresenta clusters quanto à propensão à criminalidade. Por fim, identificou-se que para cada elevação da propensão à criminalidade em um município havia uma tendência de crescimento dessa propensão em 13,91% no seu entorno.

Palavras-chave


Propensão à Criminalidade; Vulnerabilidade Social; Herança Educacional.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter