Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 
Voltar

CCBNB-Fortaleza abre programação dedicada às artes visuais no Brasil da década 1980

Fortaleza, 02 de março de 2015 – Neste mês de março, o Centro Cultural Banco do Nordeste Fortaleza (Rua Conde d’Eu, 560 – Centro) promove projeto 80 + 30, composto por seminário e exposição de artes visuais com curadoria dos críticos cariocas Daniela Name, Ivair Reinaldim e Marcelo Campos. O trabalho busca compilar reflexões sobre a produção de artes visuais dos anos 1980 no Brasil. A abertura acontecerá na terça-feira (03), às 18h, com período de visitação pública de 4 de março a 2 de abril.

O Seminário Avançado de Arte será realizado de 4 a 6 de março, reunindo artistas, estudiosos e críticos do Ceará, tais como Delson Uchôa, Eduardo Frota e Herbet Rolim, e nomes que marcaram a década de 1980 em outros estados, como Leda Catunda, Analu Cunha, Daniel Senise, Ângelo Venoa, Luiz Zerbini e Barrão. O objetivo é discutir a produção brasileira a partir da exposição Como Vai Você, Geração 80?, compreendida como um marco do período. O encontro acontece da 16h às 21h, com entrada gratuita.

Segundo Ivair Reinaldim, o projeto 80 + 30 busca reunir os maiores nomes da chamada Geração 80, aproximando artistas residentes do Sudeste e do Nordeste. “Ficamos muito felizes com a estreia em Fortaleza, mas pretendemos viajar com a ideia para Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, no intuito de propor o mapeamento mais amplo da produção de arte brasileira nos anos 1980, ao mesmo tempo em que debatemos algumas questões importantes do período”, afirma.

O Seminário procura reunir personalidades para a promoção do encontro dos contextos artísticos nas diversas regiões do país, atualizando informações e reflexões a partir da diversidade da arte na década de 1980. “Voltar ao passado é um meio de ampliar o olhar sobre a produção brasileira”, acredita Marcelo Campos.

Exposição

Como informou a jornalista Daniela Name,  a exposição proposta na programação é uma atividade complementar específica para Fortaleza. Das obra expostas, 30 são pertencentes ao Banco do Nordeste. Entre os autores, estão Sérvulo Esmeraldo, Sérgio Lima e Grupo Aranha. “Há ainda uma foto do projeto Caixa D’água realizado por Leonilson. Nossa tarefa foi vasculhar, no excelente acervo do CCBNB, as peças de nomes que despontaram naquela época”, destaca.

Além das obras, comporão a exposição matérias de jornais e fotografias da cena das artes visuais em Fortaleza dos anos 1980, fruto de pesquisa, realizada em arquivos locais, pela gerente do CCBNB-Fortaleza, Jacqueline Medeiros. “A intenção é abrir a discussão sobre as artes visuais do período aqui na cidade, pois uma exposição e um seminário não dão conta de toda a produção dos anos 1980. Nesse sentido, vamos dar continuidade ao debate ao longo do ano de 2015” disse.

O projeto também conta com a presença do cearense Bitu Cassundé, que participará do Seminário falando sobre a obra de Leonilson. Marcus Lontra, curador da mostra Como vai você, Geração 80?, e Tadeu Chiarelli, autor do livro No calor da hora, discutirão ações e omissões da crítica da época.

Para o Seminário Avançado de Arte, as inscrições deverão ser feitas na recepção do CCBNB-Fortaleza a cada dia de evento, a partir das 15h, ou pelo email cultura@bnb.gov.br. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (85) 3464.3108.


Vídeos em Destaque Vídeos em Destaque



Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x