Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 
Voltar

Produtores rurais podem procurar Banco do Nordeste para regularizar dívidas

Fortaleza, 18 de janeiro de 2016 – Produtores rurais clientes do Banco do Nordeste com operações que tinham ou não enquadramento na Lei 12.844, podem procurar suas agências de relacionamento para renegociar seus débitos.

De acordo com a Medida Provisória 707, de 30 de dezembro, estão prorrogados os períodos de suspensão do encaminhamento para cobrança judicial e da inscrição na Dívida Ativa da União até 31 de dezembro de 2016. Apesar da alteração dos prazos, a MP não configura perdão de dívidas ou prorrogação dos benefícios previstos na Lei 12.844.

"Diante da necessidade dos produtores rurais em regularizar suas dívidas, o Banco do Nordeste, sensível aos problemas climáticos enfrentados pelos agricultores, coloca-se à disposição através de suas agências para analisar a possibilidade de enquadramento de suas operações de crédito às condições previstas nas diversas ferramentas de renegociação disponíveis", informa o superintendente de Administração e Recuperação de Crédito, Edilson Ferreira.

Lei 12.844

Cerca de 100 mil clientes foram beneficiados pela renegociação com base na Lei 12.844 até dezembro de 2015, representando  montante superior a R$ 1,7 bilhão. No Ceará, mais de 14 mil produtores rurais aderiram à Lei, totalizando R$ 203 milhões em liquidações e repactuações.

Embora as condições do dispositivo legal, que previam rebates na liquidação de dívidas, tenham se encerrado em 31 de dezembro de 2015, o Banco do Nordeste possui outros instrumentos que podem viabilizar a renegociação dessas dívidas.


Vídeos em Destaque Vídeos em Destaque



Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x