Arquitetura da produção rural: o conceito de parque agrário e a valorização dos recursos patrimoniais nos perímetros irrigados do Nordeste do Brasil

Luci Merhy Martins Braga, André Munhoz de Argollo Ferrão

Resumo


Este estudo apresenta o caso em que o desenvolvimento socioeconômico de uma região modifica a paisagem sendo respaldado por processos sustentáveis que se assentam sobre adequado plano de gestão de recursos hídricos e avançada tecnologia de irrigação e produção agrícola. Trata-se de enxergar os Perímetros Públicos Irrigados existentes da Região Nordeste do Brasil como agentes resultantes e ao mesmo tempo indutores dos processos e dos avanços técnico-científicos da engenharia e da arquitetura, gerando riqueza e importante patrimônio agroindustrial associados. Faz-se uma abordagem dos processos culturais e dos processos produtivos dentro dos perímetros e, propõe-se a uma comparação com os Parques Agrários existentes principalmente no continente europeu, os quais são utilizados também como elementos essenciais em planos de ordenação territorial.

Palavras-chave


Parque agrário; Arquitetura rural; Recursos hídricos; Patrimônio e desenvolvimento regional.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter