ANÁLISE DO USO E OCUPAÇÃO DAS TERRAS NO BAIXO SÃO FRANCISCO, A PARTIR DE TÉCNICAS ESTATÍSTICAS MULTIVARIADAS

Marcia Helena Galina Dompieri

Resumo


O objetivo do trabalho foi a análise dos dados da produção agropecuária municipal (arroz, cana-de-açúcar, peixes, bovinos e ovinos) na região do Baixo São Francisco, o mapeamento do uso e ocupação do solo, assim como a comparação desses resultados com dados de contaminação das águas em pisciculturas, córregos afluentes do rio São Francisco e canais de abastecimento, localizados na principal área produtora de peixes da região. A classificação das imagens orbitais (sensor MSI, satélite Sentinel-2) utilizou técnicas da estatística multivariada (ACP e K-means), sendo que os dois primeiros componentes permitiram uma melhor separação das classes, além de proporcionar menor tempo de processamento. A classe equivalente à pastagem degradada ou em processo de degradação foi a mais representativa (28%). Quase 20% da área foi contabilizada como solos expostos somados a poucos aglomerados urbanos; e 15% da água superficial continental classificada apresentou alta ocorrência de sedimentos em suspensão, indicando forte assoreamento dos corpos hídricos. Por fim, foram apresentados resultados da análise das águas em diferentes corpos hídricos, quanto à ocorrência de piretróides (deltametrina e cipermetrina).

Palavras-chave


Bacia hidrográfica do Baixo São Francisco, Sensoriamento Remoto, Sentinel-2

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter