FATORES ASSOCIADOS À MORTALIDADE POR HIV/AIDS EM IDOSOS: ANÁLISE ESPACIAL PARA AS MICRORREGIÕES DO SUL E SUDESTE DO BRASIL

Camila Duarte Lemes, Cássia Kely Favoretto Costa, Carlos Eduardo Gomes

Resumo


O objetivo desse estudo foi analisar a distribuição espacial da taxa de mortalidade por HIV/AIDS em idosos entre as microrregiões do Sul e Sudeste do Brasil e seus fatores associados (socioeconômicos, demográfico e de gestão em saúde), no ano de 2016. Para tanto, utilizou-se o Método Bayesiano Empírico para suavização dessa taxa e aplicou-se a Análise Exploratória de Dados Espaciais – AEDE e o modelo econométrico espacial o SDM -Spatial Durbin Model. De acordo com os resultados, a taxa de mortalidade por essa doença em cada microrregião analisada é influenciada pela quantidade de óbitos que ocorreram nas áreas vizinhas. Os clusters ficaram distribuídos, principalmente, no litoral do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Rio de Janeiro. Evidenciou-se que essa taxa é influenciada de forma positiva pelos fatores PIB per capita e incidência por essa enfermidade. Por sua vez, houve relação negativa com o Índice de Educação-Firjan e a densidade demográfica. Por fim, espera-se que os resultados evidenciados na presente pesquisa contribuam para a formulação de políticas públicas voltadas à promoção de saúde e a qualidade de vida desses indivíduos e direcionadas as áreas de concentração dessa doença.


Palavras-chave


Envelhecimento populacional. Óbitos. HIV/AIDS. Economia da Saúde. Análise Espacial.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter