AGRICULTURA FAMILIAR E DESENVOLVIMENTO RURAL EM ALAGOAS: UM OLHAR A PARTIR DO CENSO AGROPECUÁRIO DE 2017

Luciano Celso Brandão Guerreiro Barbosa, Tatiana Frey Biehl Brandão

Resumo


O presente artigo apresenta o perfil socioeconômico da agricultura familiar alagoana, a partir das informações constantes do Censo Agropecuário de 2017, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), observando algumas questões que envolvem a atual dinâmica de desenvolvimento pensada para o rural brasileiro. O trabalho foi construído a partir de informações quantitativas e fez uma análise exploratória acerca do cenário da agricultura familiar no Estado de Alagoas, correlacionando com referenciais teóricos sobre desenvolvimento rural. As informações quantitativas foram obtidas do Sistema IBGE de Recuperação Automática (SIDRA). Chegou-se à conclusão de que a agricultura familiar alagoana passa por um processo de reorganização produtiva e que dialoga com problemáticas que envolvem as discussões e ações inerentes ao processo de desenvolvimento rural que vem ocorrendo no Brasil pós-anos 2000. Grande parte disso advém do enfraquecimento do setor produtivo canavieiro alagoano que tem demandado dos atores produtivos novos rumos para o desenvolvimento rural e para a reprodução socioeconômica da agricultura familiar.

Palavras-chave


Agricultura Familiar; Diversificação Produtiva; Desenvolvimento Rural; Alagoas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter