Utilize este identificador para referenciar este registo: s1dspp01.dmz.bnb:8443/s482-dspace/handle/123456789/399
Título: Setor Têxtil
Autores: MENDES JÚNIOR, Biágio de Oliveira
Palavras-chave: Economia
Indústria
Brasil
Nordeste
Pandemia
COVID-19
Data: Nov-2020
Editora: Banco do Nordeste do Brasil
Citação: MENDES JÚNIOR, Biágio de Oliveira. Setor Têxtil. Fortaleza: Banco do Nordeste do Brasil, ano 5, n.142, nov.2020. (Caderno Setorial ETENE, 142)
Relatório da Série N.º: Caderno Setorial ETENE;n.142
Resumo: O Brasil, o Nordeste e o maior produtor de produtos têxteis da Região, o Ceará foram muito afetados, com a queda de produção e de exportações recentemente. De março para junho/2020 agravou-se a recessão na produção têxtil do Brasil (-10,7% no acumulado de 12 meses), Nordeste (-16,7%) e Ceará (-29,4%). Com o início de pandemia do covid-19 houve aprofundamento da recessão para todos, exceto para Pernambuco, que a partir de maio/2020 diminuiu o ritmo de queda. Para o Brasil em 2020, a estimativa é de queda de 11,3% no volume de produção de têxteis e decréscimo de 2,1% em valores nominais, relativamente a 2019.
URI: s1dspp01.dmz.bnb:8443/s482-dspace/handle/123456789/399
Aparece nas colecções:Caderno Setorial Etene

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2020_CDS_142.pdf839.54 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.