Pular para o conteúdo

Agronordeste Agronordeste

Plano de Ação para o Nordeste aderente ao Planejamento Empresarial do Banco do Nordeste.

O Agronordeste é um plano de ação elaborado pelo Governo Federal para impulsionar o desenvolvimento econômico e social sustentável do meio rural da região Nordeste.

Foi lançado em outubro de 2019, pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina. O programa será implantado no biênio 2019/2020 em 230 municípios dos nove estados do Nordeste, além de Minas Gerais, divididos em 12 Territórios, com uma população rural de 1,7 milhão de pessoas.

O Agronordeste apresenta as seguintes características principais:

Objetivo

Apoiar a organização das cadeias agropecuárias de relevância atual ou potencial na Região Nordeste, a ampliação e diversificação dos canais de comercialização, atuando com pertinência social, ambiental e econômica e buscando aumentar a eficiência produtiva e o benefício social.

Coordenação

Gabinete da Ministra de Estado do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Modelo de Gestão

Para a condução e gestão do Agronordeste, foram instituídos:

  •   Unidade de Gestão do Agronordeste, vinculada ao Gabinete da Ministra do MAPA;
  •   Comitê Central de Coordenação - CCC/Agronordeste;
  •   Comitê Estadual de Coordenação (CEC).

Nos Territórios, o Escritório Local de Operações (ELO) configura o braço operacional do AgroNordeste. As sedes de cada ELO serão localizadas em um dos municípios mais representativos de cada Território, cuja escola será  feita com base em critérios exclusivamente técnicos, considerando as questões de infraestrutura, de logística e de serviços.

Liderado pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), o AgroNordeste está sendo desenvolvido em parceria com órgãos vinculados à pasta e instituições como Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA)/Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o Banco do Nordeste (BNB) e o Banco do Brasil.

O programa foi elaborado a partir do estudo das cadeias produtivas que têm relevância socioeconômica e potencial de crescimento na região. Até 2021, o programa deverá chegar a 30 Territórios. Inicialmente, será implantado em 12 Territórios, a saber:


Área de Atuação

Imagem com o mapa da área de atuação do Banco do Nordeste

Territórios Prioritários 2019

  1. Médio Mearim (MA
  2. Alto Médio Canindé (PI)
  3. Sertões do Crateús e Inhamuns (CE)
  4. Vale do Jaguaribe (CE)
  5. Vale do AÇU (RN)
  6. Cariri da Paraíba (PB) e Moxotó (PE)
  7. Araripina (PE)
  8. Batalha (AL)
  9. Sergipana do Saõ Francisco (SE)
  10. Irecê & Jacobina (BA)
  11. Januária (MG)
  12. Salinas (MG)
  • População total: 4,1 milhões
  • População rural: 1,7 milhão (41%)
  • Estabelecimentos rurais: 410 mil

Metas

  • 2019/20: 12 territórios
  • 2020/21: 18 territórios

Territórios do Agronordeste e Atividades Priorizadas

 
UF
Agronordeste
Território Nunicípio Pólo Atividades priorizadas
AL Batalha Batalha Apicultura e Bovinocultura Leiteira
BA Irecê & Jacobina Irecê Feijão, Tomate e Cebola

 

CE

Sertão do Crateús e Inhamuns Crateús Apicultura e Ovinocaprinocultura
Vale do Jaguaribe e Quixeramobim Limoeiro do Norte Bovinocultura Leiteira, Carcinicultura e Fruticultura Irrigada
MA Médio Mearim Bacabal Arroz, Bovinocultura Leiteira e Extrativismo (palmeiras)

 

MG

Januária Januária Bovinocultura Leiteira e Fruticultura Irrigada
Salinas Salinas Bovinocultura Leiteira, Cachaça e Fruticultura Irrigada
PB

 

Cariri e Moxotó

Sertânia

 

Ovinocaprinocultura

PE Sumé
PE Ararripina Araripina Apicultura, Mandioca e Ovinocaprinocultura

 

PI

 

Alto Médio Canindé

Jaicós

Apicultura, Caju e Ovinocaprinocultura

São João do Piauí
RN Vale do Açu Açu Bovinocultura Leiteira e Fruticultura Irrigada
SE Sergipana do Sertão de São Francisco Nossa Senhora da Glória Apicultura e Bovinocultura Leiteira


Agências que irão atuar no Agronordeste
 

55 Agências do Banco do Nordeste com Atuação no Agronordeste

Território Agência Território Agência Território Agência

Território Araripina

Araripina

Território Médio Mearim

Bacabal

Território Sergipana do Sertão de São Francisco

Gararu

Ouricuri

Pedreiras

Nossa Senhora da Glória

Salgueiro

Santa Inês

Nossa Senhora das Dores

Território Batalha

Batalha

Presidente Dutra

Território Sertões de Crateús & Inhamuns

Acopiara
Olho Dagua das Flores

Território Cariri e Moxotó

Arcoverde Boa Viagem
Santana do Ipanema Campina Grande Campos Sales

Território Irecê e Jacobina

Campo Formoso Monteiro Crateús
Irecê Patos Iguatu
Jacobina Pesqueira Nova Russas
Morro do Chapéu Serra Talhada Tauá
Seabra Sertania

Território Vale do Açu

Angicos
Xique-Xique Sumé Assú

Território Januária

Arinos

Território Alto Médio Canindé

Araripina Caicó
Jaiba Campos Sales Macau
Januária Oeiras

Território Vale do Jaguaribe e Quixeramobim

Jaguaribe
Montalvãnia Paulistana Limoeiro do Norte
São Francisco Picos Mombaça

Território Salinas

Monte Azul São João do Piauí Quixadá
Salinas Quixeramobim
Russas

 

Diretrizes

  •   Fortalecimento do AgroNordeste como instrumento de desenvolvimento local;
  •   Financiamento das atividades rurais e não rurais em todos os elos da cadeia;
  •   Gestão focada em resultados – em toda a cadeia produtiva, antes, durante e depois da produção;
  •   Identificação de ações a serem adotadas em nível do governo federal e instituições parceiras;
  •   Organização das cadeias produtivas prioritárias em conjunto com os parceiros;
  •   Articulação com os parceiros locais, indicação para o Senar e Sebrae, de produtores para capacitação;
  •   Apoio creditício aos produtores, empresas e microempreendedores;
  •   Incentivo ao uso de energia alternativa no campo (FNE Sol e Agroamigo Sol), dentre outras.

Resultados

  •   Uma melhor organização, fortalecimento e aumento da competitividade das cadeias produtivas;
  •   A realização de novos negócios com mitigação dos riscos de crédito;
  •   As soluções dos entraves para o desenvolvimento dos Territórios trabalhados;
  •   Maior capacitação para os produtores;
  •   Maior geração de produção, emprego e renda;
  •   O fortalecimento das governanças territoriais;
  •   Melhoria dos indicadores socioeconômicos dos Territórios.

Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x